Lumife @ 20:24

Dom, 06/02/05

FA-Cam.jpg



Aspectos Geográficos


O concelho de Ferreira do Alentejo, do distrito de Beja, localiza-se no Baixo Alentejo. Ocupa uma área de 646,1 km2 e abrange seis freguesias: Alfundão, Canhestros, Ferreira do Alentejo, Figueira dos Cavaleiros, Odivelas e Peroguarda.
O concelho encontra-se limitado a norte por Alvito e Alcácer do Sal (distrito de Setúbal), a este por Cuba e Beja, a sul por Aljustrel e a oeste por Grândola e Santiago do Cacém (ambos do distrito de Setúbal).
Este concelho apresentava, em 2001, um total de 9010 habitantes.
Possui um tipo de clima mediterrânico, com um período seco de cerca de 80 a 100 dias, durante o Verão, em que a temperatura média varia entre os 28 °C e os 30 °C. No Inverno, as temperaturas são relativamente baixas.
A sua morfologia é marcada pela serra de Balona, com 120 metros, a do monte do Outeiro, com 114 metros, e a de Mira, com 227 metros.
Dos recursos hídricos, a referência vai para a ribeira de Alfundão, o ribeiro Barranco do rio Seco, a ribeira de Figueira, a ribeira de Canhestros, o rio Sado e a albufeira de Odivelas.





História e Monumentos


Segundo testemunhos históricos e arqueológicos, as terras deste concelho conheceram o seu povoamento já na época dos Romanos. Singa denominaria a grande cidade romana, que estaria localizada nas proximidades da actual sede do concelho.
Após a Reconquista, estaria na posse da Ordem de Sant'Iago, tendo esta desenvolvido e cultivado terras que, até então, se encontravam praticamente desertas.
Posteriormente, o domínio das terras passou para os duques de Aveiro e, depois da conspiração destes contra o rei, passou para a Coroa.
Foi-lhe outorgado foral por D. Manuel a 5 de Março de 1516, data a partir da qual Ferreira do Alentejo sofreu diversas alterações a nível administrativo.
A nível do património arquitectónico, destacam-se o Santuário de Nossa Senhora da Conceição, sendo esta a padroeira da vila e do concelho de Ferreira do Alentejo. Na Igreja-Santuário venera-se a pequena imagem de roca que, segundo a tradição, Vasco da Gama levou consigo na viagem à Índia. O interior da igreja encontra-se revestido a azulejos.
É também de realçar a Capela de Santa Maria Madalena ou do Calvário, que tem uma forma circular, cuja abóbada apresenta a configuração de uma redoma, possuindo o hemisfério superior saliências de pedregulhos irregulares; e ainda a Igreja da Misericórdia, de 1595, que apresenta um pórtico manuelino tendo pertencido à Capela do Espírito Santo, demolida em 1911.


I.M.FA.jpg




Merece igual referência a Igreja Matriz de Beringel, que é constituída por três naves e conserva a sepultura de Rui de Sousa, o primeiro donatário da vila, e sua esposa, D. Branca de Vilhena (século XVI).



Rotunda FLumin.FA.jpg



Tradições, Lendas e Curiosidades


As manifestações populares e culturais do concelho são realizadas na segunda semana de Agosto; a festa de Nossa Senhora da Conceição, que ocorre a 8 de Dezembro; e a festa de S. Sebastião, realizada no mês de Maio.
No artesanato são típicos os trabalhos em buinho, miniaturas em madeira, bordados e tapetes, pinturas sobre mobília, olaria, ferro forjado e miniaturas em cortiça.



tribunal FAlent.jpg



Economia


No concelho predominam as actividades ligadas essencialmente ao sector primário, com a olivicultura e a pecuária, seguidas pelo terciário e secundário, com a indústria ligada à exploração de cortiça.
Cerca de 97% da área do concelho destina-se à exploração agrícola, destacando-se os cultivos de cereais para grão, prados temporários e culturas forrageiras, culturas industriais, pousio, olival, prados e pastagens permanentes. A pecuária mantém ainda alguma importância, nomeadamente na criação de ovinos, bovinos e aves. Cerca de 1692 hectares do seu território correspondem a área coberta de floresta.



fa.jpg






Anónimo @ 13:15

Qua, 09/02/05

 

Com estes posts tens demonstrado que uma visita ao Alentejo é obrigatória não só pela sua beleza mas também pela cultura , pela sua história e tradição. Desmistificas a ideia de que o Alentejo é só planície. Quem mora numa cidade barulhenta como a do Porto , sente necessidade de refúgio em locais como os que mostras. Quando quero serenidade visito os teus posts . Nas minhas férias vou colocar o Alentejo como itinerário. PS - Muito obrigada pelos comentários que tens deixado no meu blog. Beijo grandeMónica
(http://mco.blogs.sapo.pt)
(mailto:monicacarvalho1@sapo.pt)

Anónimo @ 00:38

Ter, 08/02/05

 

Que belo passeio pelo Alentejo. Muita luz ... ar purogrilinha
(http://grilinha.blogs.sapo.pt)
(mailto:g@a.pt)

Anónimo @ 18:14

Dom, 07/07/13

 

o alentejo e lindo mas eu como vou morar para a suica vou sentir saudades

Fevereiro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
14
15
17
18
19

20
22
23
24
25

27
28


Pesquisar
 
eXTReMe Tracker
blogs SAPO