Lumife @ 13:20

Ter, 10/08/04

Heart-209.gif



.




Deito fora as imagens,


Sem ti para que me servem


as imagens?


.


Preciso habituar-me


a substituir-te


pelo vento,


que está em toda a parte


e cuja direcção


é igualmente passageira


e verídica.


.


Preciso habituar-me ao eco dos teus passos


numa casa deserta,


ao trémulo vigor de todos os teus gestos


invisíveis,


à canção que tu cantas e que mais ninguém ouve


a não ser eu.


.


Serei feliz sem as imagens.


As imagens não dão


felicidade a ninguém.


.


Era mais difícil perder-te,


e, no entanto, perdi-te.


.


Era mais difícil inventar-te,


e eu te inventei.


.


Posso passar sem as imagens


assim como posso


passar sem ti.


.


E hei-de ser feliz ainda que


isso não seja ser feliz.




.


Raúl de Carvalho - Poeta Português


1920 -1984 - Natural de Alvito



Agosto 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Pesquisar
 
eXTReMe Tracker
blogs SAPO