Lumife @ 20:48

Qui, 03/06/04



"Tem de ir ao coração do Alentejo, "planície plena de força primitiva", quem quiser



conhecer uma das mais genuínas e curiosas manifestações do génio do nosso povo:



as canções corais que os rudes trabalhadores do campo cantam com uma admirável



musicalidade nata e a compenetração de quem cumpre um velho ritual. É vê-los con-



centrados, os braços cerrados uns nos outros e numa cadência suave do corpo, for-



marem os seus grupos. Uma voz entoa a melodia: canta sòzinha os primeiros com-



passos; em geral, outra lhe dá uma réplica e logo as restantes se lhe juntam, numa



harmonização instintiva."



*


(Transcrito, com a devida vénia, de www.orfeão.up.pt)



Junho 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


Pesquisar
 
eXTReMe Tracker
blogs SAPO