Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BEJA

BEJA

04
Ago04

Meu Amor, Meu Amor

Lumife
@012.jpg


.


Meu amor meu amor


meu corpo em movimento


minha voz à procura


do seu próprio lamento.


Meu limão de amargura meu punhal a escrever


nós parámos o tempo não sabemos morrer


e nascemos nascemos


do nosso entristecer.


Meu amor meu amor


meu nó e sofrimento


minha mó de ternura


minha nau de tormento


este mar não tem cura este céu não tem ar


nós parámos o vento não sabemos nadar


e morremos morremos


devagar devagar.


.

(Ary dos Santos)


02
Ago04

...

Lumife
@011.bmp



.



Burgueses somos nós todos

Ou ainda menos.

Burgueses somos nós todos

Desde pequenos.

.

Burgueses somos nós todos

Ó literatos.

Burgueses somos nós todos

Ratos e gatos.

.

Burgueses somos nós todos

Por nossas mãos.

Burgueses somos nós todos

Que horror irmãos.

.

Burgueses somos nós todos

Ou ainda menos.

Burgueses somos nós todos

Desde pequenos.


.

(Mário Cesariny)


Pág. 3/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2007
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2006
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2005
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2004
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D